Lá se pensam, cá se fazem.

Sociedade do Bem

inclusão social não-violência crianças educação empatia altruísmo positividade

O QUE É? Sociedade do Bem é um projeto pioneiro assente numa metodologia única que permite desenvolver a empatia, o altruísmo e a positividade nas crianças através do exemplo. QUAL É O PROBLEMA? A dificuldade que as crianças sentem em reconhecer as suas emoções e a incapacidade de se colocarem no lugar do outro são obstáculos que necessitam de treino para serem ultrapassados. Para tal não basta explicar às crianças que elas devem ajudar os outros ou que devem ser generosas ou otimistas. As crianças devem ter oportunidade de, em ambiente escolar, criar um espaço seguro onde possam desenvolver competências emocionais, orientadas pelo exemplo, uma vez que as crianças imitam e praticam os comportamentos que observam. QUAIS OS EFEITOS? Empatia significa reconhecer a humanidade nos outros mas também apreciar as diferenças e saber respeitá-las. A preocupação com o sucesso académico das crianças não é suficiente para a promoção do seu desenvolvimento global. A promoção do desenvolvimento pessoal e social é fundamental, tendo efeitos positivos no rendimento académico e nas relações interpessoais. Um desenvolvimento desequilibrado pode gerar nas crianças falta de autoestima, dificuldades sociais e relacionais, indisciplina, insucesso e/ou abandono escolar, bem como preconceito, conflitos e violência. Em última análise, crianças de hoje que serão adultos infelizes no futuro. COMO SE RESOLVE? Mais do que discutir com as crianças o impacto do bullying ou castigá-las por mau comportamento, esta metodologia traduz-se numa estratégia de prevenção da indisciplina, insucesso escolar e violência nas escolas. Ao longo de 12 sessões dinamizadas sob orientação de um/a mentor/a (um modelo de conduta com um papel relevante na comunidade que define o tema acerca do qual se desenvolve o programa) e facilitadas por um/a instrutor/a, as crianças de cada uma das turmas de 1º ciclo que adiram ao projeto têm oportunidade de participar ativamente na criação de dinâmicas de grupo e de cenários que as levam a penetrar nas experiências dos outros, olhando para além das primeiras impressões e rótulos. COMO FUNCIONA O PROJETO? O programa da Sociedade do Bem consiste numa abordagem inovadora. As crianças em contexto escolar passam a ter momentos para confiar, para se comprometerem e para refletir e agir. Pela prática e pelo exemplo. Para o conseguir, basta integrar na equipa pessoas com vontade. No sentido de orientar as atividades que serão desenvolvidas ao longo das sessões é convidado/a o/a mentor/a, alguém que atingiu o sucesso e a felicidade através da empatia, do altruísmo e da positividade. Alguém que, não obstante o seu percurso académico, está envolvido noutras causas. Alguém que faz o Bem. As atividades práticas inserem-se num programa intensivo com a duração de três meses (um período letivo) ao longo das quais as crianças têm oportunidade de refletir e agir em torno de uma das temáticas / áreas definidas, como por exemplo o abandono/ maus tratos a animais, pessoas com deficiência, Imigração / multiculturalidade, cuidar de bebés, idosos se forem temas ou Literatura, Música, Teatro, etc. QUEM SÃO OS/AS MENTORES/AS? Da enfermeira-parteira que vai gratuitamente a casa das recém-mamãs para ensinar a cuidar do mais recente membro da família, à funcionária do banco que é defensora da causa animal, passando pelo professor reformado que é voluntário numa associação de pais e amigos de pessoas com deficiência, o projeto procura englobar pessoas da comunidade que sejam verdadeiramente empáticas, altruístas e positivas. Que sejam para as crianças um verdadeiro exemplo com capacidade de as inspirar.

Susana Pedro Pedro

Visionário
Évora, Portugal

Joao da Costa

Facilitador
Doha, Qatar

Ana Martins

Comunicador
Setubal, Portugal

Comentários