Lá se pensam, cá se fazem.

recicla o café

reciclagem, café, cogumelo

A ideia "recicla o café" aborda o problema do desperdício. O futuro da produção agrícola passa pelas cidades. Usando o desperdício do consumo alimentar como base para novas produções, e; usando edifícios com sistemas de controlo climatérico consegue-se garantir a sustentabilidade dos sistemas de rega e colheitas sem percas nem recurso a pesticidas e fertilizantes químicos. Os edifícios localizados dentro da cidade estão mais próximos do recurso lixo biológico e do consumidor final; cumprindo a função num ideal de economia circular: "recurso, plantação, colheita, consumidor e reutilização do desperdício" reduzindo o transporte a zero quilometros. Em Portugal consomem-se cerca de 47 milhões de quilos de café por ano, 80% dos quais, fora de casa. De uma forma simplificada, a bebida comummente conhecida por "café", é feita de água quente passada por café torrado e moído. Neste processo 99% do café é desperdiçado. O desperdício de café, comummente conhecido como "borra do café" é um substrato rico em nutrientes e minerais. Por norma, a "borra de café" acaba no lixo. A produção de cogumelos é normalmente feita em troncos, palha ou siro, no entanto, enquanto que o primeiro apresenta resultados incertos e demorosos, os segundos passam por processos dispendiosos de pasteurização, fertilização e esterilização. A produção de cogumelos pode, igualmente, ser feita no desperdício do café. O desperdício de café, os 99% ricos em nutrientes e minerais, normalmente considerados "lixo", tem um elevado nível de produção nos meios urbanos, e, é um substrato pronto e acessível. A ideia "recicla o café" é a oportunidade de aproveitar este desperdício. A produção de cogumelos é uma forma natural de reciclagem, na qual, um quarto da massa café é transformada em cogumelos comestíveis. A ideia "recicla o café" pretende usar um espaço construído vago, dentro da cidade. Pretende recolher desperdício de café de restaurantes, cultivar e beneficiar esses mesmos restaurantes na venda de cogumelos. Em paralelo, pretende estabelecer-se como protótipo e laboratório de pesquisa para outras formas de transformar desperdício em bens alimentares. "Recicla o café" trata de transformar lixo onde ele está a ser produzido. Trata de produzir bens alimentares em sistemas controlados que permitam colheitas sem percas. Trata de aproximar a produção alimentar dos consumidores. Trata de devolver à cidade o fruto do seu desperdício.

Pedro Marques Alves

Visionário
Haia, Holanda

Bojan Balen

Facilitador
Haia, Holanda

Patricia Santos

Comunicador
Lisboa, Portugal

Comentários