Lá se pensam, cá se fazem.

BACKPAPERS

papel, reutilização, venda-a-peso

O lixo é um problema. O papel é fixe. O lixo que volta a ser papel, é uma solução fixe! Backpapers pretende ser um projecto que fornece uma nova identidade aos desperdícios de papel que são hoje produzidos nos centros de cópias, nas Universidades e nas Academias, nos ateliers de arquitectos e de artistas. É inevitável reflectir sobre a elevada quantidade de papel ainda reutilizável que é directamente destinada à reciclagem, apenas porque é considerada como excedente. Retalhes de plotagens, impressões prévias de projectos, erros de impressão, ensaios de cores, apontamentos, esquiços e esboços, tudo isto representa a matéria prima do projecto "Backpapers". Entre os conceitos fundamentais para uma gestão sustentável dos desperdícios, REDUÇÃO - REUTILIZAÇÃO - RECICLAGEM, o projecto tende a trabalhar sobre a acção da reutilização, sistematizando-a. Escolhe-se de prolongar esta fase e de aumentar o período de vida do papel, antes de passar à reciclagem. Após definir uma rede de "produtores de desperdícios", a actividade de Backpapers será recolher, seleccionar e vender a peso todo o papel recuperado. Uma vez estabelecida a fórmula "Backpapers", aplicável, escalável e exportável em qualquer cidade, escolhe-se de lançar o projecto piloto em Lisboa, enquanto capital europeia caracterizada por uma forte componente criativa. A presença de um elevado número de arquitectos, designers, artistas e estudantes que diariamente usam o papel como suporte principal das suas ideias e do seu trabalho, individua um público sensível ao produto proposto. “Backpapers” é olhar para o lado B das coisas. “Backpapers” são as pessoas com papel na mochila.

Gonçalo Lomba Macedo

Visionário
Bordéus, França

valentina toscano

Comunicador
Lisboa, Portugal

Elisa Sartor

Facilitador
Lisboa, Portugal

Comentários